sábado, 21 de janeiro de 2012

60 DIAS DE FÉRIAS PARA OS JUÍZES DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Era só o que faltava, além, de possuirmos um poder executivo e legislativo, na sua maioria, corrupto. Agora, teremos de agüentar estas idéias do poder judiciário em aumentar ganhos, benefícios e férias de 60 dias, com a desculpa que precisam de “descanso mental”.

Este cidadão chamado Fernando Tourinho Neto deve estar brincando, será que ele sabe que 99% dos brasileiros trabalham em média 14 horaspor dia? Passam 3 horas dentro de ônibus lotados e sem conforto em intermináveis engarrafamentos? Que a grande maioria vende um período das férias para poder colocar mais um prato de comida em casa? Que quando tiram férias ficam dentro de casa, pois, não têm dinheiro para fazer viagens?

Gostaria que este juiz pegasse no batente de madrugada, carregando tijolos, batendo massa e concreto o dia todo e, ainda, chegasse em casa e tivesse, apenas, um prato com arroz com feijão, quando tem, para comer.

O único poder que podemos acreditar é no poder de Deus. Somos todos uns “Zés Ninguéns”, porque aqui embaixo a coisa é diferente