sábado, 21 de janeiro de 2012

PLACAS DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Muito sensato por parte do Contran em retirar as placas de aviso da presença de radares. Estas placas traziam mais insegurança do que benefícios, visto que, o motorista imprimia velocidade acima do permitido na rodovia e freava quase em cima destas barreiras, em muitas vezes causando acidentes contra outros veículos que obedecia a regulamentação daquela rodovia ou rua.

O Código de Trânsito Brasileiro determina velocidades máximas para cada situação, assim como, todas as rodovias e ruas possuem placas indicativas da velocidade permitida. Portanto, ninguém pode alegar o descumprimento de qualquer limite de velocidade, visto que, o radar só deveria servir para a aplicação da multa da infração já cometida desde o começo da rodovia. Assim, só será autuado o motorista que infringir a lei da rodovia e não somente naquele trecho da visão do radar.

Com certeza, haverá um cuidado maior por parte dos motoristas infratores no que tange a velocidade máxima nas rodovias e ruas das cidades.

PLACAS DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA NA MIRA DO CONTRAN