sábado, 21 de janeiro de 2012

PREVIDÊNCIA SOCIAL

GARIBALDI ALVES FILHO (PMDB-RN)
O Sr. Garibaldi Alves Filho, político e, nas horas vagas, Ministro da Previdência Social, declarou “o país precisa ter consciência de que a Previdência não pode continuar assim”, desta forma, ele defende o aumento da idade mínima para aposentar, substituindo o tal do fator previdenciário.

Fico comovido com a sua preocupação em não aumentar o “buraco” da previdência, mas, poderia se preocupar em acabar com as aposentadorias e outra concessões especiais dadas aos deputados, senadores, presidentes, governadores e demais membros dos serviços públicos nos órgãos do executivo, legislativo e judiciário, pois, todos eles recebem valores muito mais altos do que a maioria do povo brasileiro.

A bandalheira é tão grande que os políticos e os maiores mandatários deste país basta ser eleito uma única vez que terão seus direitos garantidos. Os valores destas aposentadorias são uma afronta aos demais trabalhadores brasileiros que, apesar, de contribuírem durante a vida toda, ainda, tem seus valores reduzidos ou, no máximo, permanecem no teto previdenciário que é de R$ 3.882,00.

Temos de exigir o fim das concessões especiais e lutar pela igualdade na aplicação das regras previdenciárias, desta forma, o déficit seria muito menor do que o que se apresenta atualmente.