segunda-feira, 16 de abril de 2012

REFORMA TRIBUTÁRIA


Quando o governo Lula terminou, acabou deixando um rombo de R$ 40 bilhões em suas contas. Afinal, o que lhe interessa e fazemos questão de não enxergar, é continuar fazendo a política do “dê esmolas a quem precisa” que chamam de projetos sociais, que são muitos, além dos mensalões e mensalinhos.

O resultado é este: aumento de impostos. Gostaria de saber agora a opinião das pessoas, inclusive de economistas, que diziam ser a CPMF onerosa aos mais pobres. Os novos aumentos também o são. Com um pequena diferença: antes todos recolhiam a CPMF — do assalariado ao contrabandista —, agora a conta será paga, outra vez, pelo consumidor. Vamos lutar por uma reforma tributária.