quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Caos Na Saúde Campineira

A paralisação dos enfermeiros do Hospital Mário Gatti, mais uma vez, demonstra que a preocupação com a saúde dos campineiros é relegada ao segundo plano, alias, acho que daria para afirma que está em quinto ou sexto planos, enfim, uma vergonha.
O que me deixa ainda mais incomodado é que não vemos o senhor prefeito agir com a presteza necessária em resolver a questão, apesar de estar a um ano no cargo e nada sair do papel e dos planos.
Mas, não se pode culpar apenas o prefeito, a Câmara Municipal está mais interessada em pressionar o presidente do legislativo, que já não é lá uma Brastemp, para receberem mesas, computadores, liberar, sem limite de tempo, os telefonemas a celulares, sem contar q1ue querem mais verbas de gabinete e que não haja redução do número de "assessores". A base ainda briga para colocar apadrinhados na administração municipal, existe vereador que tem dezenas de indicados nesta modalidade.
Senhor Prefeito Jonas Donizete, senhores vereadores (claro, que estou me referindo aos 33 mandatários, me respondam até quando os campineiros terão de conviver com este calvário que se tornou o atendimento da saúde em Campinas? Dinheiro, tem... acho que está faltando vergonha na cara para resolver a situação...
http://correio.rac.com.br/_conteudo/2013/11/capa/campinas_e_rmc/118793-protesto-suspende-17-cirurgias-no-hospital-mario-gatti.html