terça-feira, 12 de novembro de 2013

Radar No Viaduto Miguel Vicente Cury


Iria escrever sobre isto amanhã, mas... o farei hoje. Tenho uma dúvida que está me atazanando, aqui vai ela: Será que os engenheiros de tráfego da EMDEC calcularam se este radar irá resolver a situação ou irá criar um problema ainda maior.
 
Vejam que a velocidade dos veículos, forçosamente, cairá para 30 km/h, mal de motorista que detesta levar multa, normalmente ele reduz bem abaixo do máximo permitido.
 
Isto ocorrendo o fluxo de veículo será menor e a quantidade de veículos no Avenida João Jorge que é muito grande, permanecerá o mesmo. Portanto teremos engarrafamentos em toda a sua extensão, prejudicando a Avenida das Amoreiras - fluxo de ônibus urbano - e a Prestes Maia...
 
Será que estes gênios pensaram nesta hipótese? Creio que não, senão arranjariam outra saída... Mas como estamos em Campinas, tudo pode acontecer, até dar certo... Que Deus nos proteja e guie..